BAGAGENS

Limite bagagem de mão
Deve pesar até 5 quilos e não pode ultrapassar 115 centímetros (soma da altura, da largura e do comprimento).

O que pode levar na bagagem de mão
Viajante com destino ao exterior partindo de aeroportos brasileiros pode levar apenas líquidos como gel e aerossol, transportados em frascos de até 100 mililitros. Remédios líquidos estão liberados com prescrição médica. Bebidas e perfumes lacrados adquiridos nos free-shops estão autorizados.

O que não pode levar na bagagem de mão
Para vôos domésticos o Departamento de Aviação Civil gentileza evitar na bagagem de mão: tesoura, alicate de unha, canivete e artigos “perigosos para o transporte aéreo”, como armas, munições, líquidos inflamáveis, substâncias venenosas, materiais radioativos ou corrosivos.

Não devo esquecer
Na mala de mão perfeita deve incluir os produtos que você mais usa: remédios, muda de roupa para o caso de sua mala ser extraviada, e leitura de bordo. Também deve ser reservada à bagagem de mão: jóias, documentos e ações, notebook, agenda eletrônica, máquina fotográfica, filmadora, Discman ou MP3 player e telefone celular (sempre desligado).

Essas restrições foram impostas pela Anac, as novas regras seguem determinação da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) como medida de proteção contra o transporte de líquidos explosivos. Validas para trechos domésticos dos vôos internacionais e para os passageiros que apenas utilizarem as salas de embarque destinadas aos vôos ao exterior.

ANTES DE VIAJAR

Cuidados que devo tomar quando estiver em outro país:
1) Siga os hábitos da população local. Peça dicas para os funcionários do hotel e os amigos que tiver no local.
2) Na rua, não faça cara de perdido nem de turista.
3) Mantenha jóias, dinheiro, passagem e passaporte no cofre do hotel. Ande com uma cópia do documento na bolsa.
4) Prefira cartão de crédito a dinheiro vivo e tome muito CUIDADO com a chave de seu quarto.
5) Tenha sempre à mão alguns telefones úteis no Brasil para o caso de emergência (de seu médico, parentes, cartão de crédito, gerente do banco etc.)

Como proceder em caso de acidentes:
Não andar à noite em ruas escuras nem passar por locais onde o índice de perigo é maior. Você deve se lembrar daquele caso da menina que saltou de bungee jump de uma ponte e acabou morrendo porque a corda arrebentou. Ok, acidentes acontecem, fazem parte da vida, mas é dever dos fornecedores (hotéis, operadoras especializadas em atividades de aventura e parques, por exemplo) cumprir regras mínimas de segurança para evitar que eles aconteçam. Caso aconteçam acidentes, é essencial estar preparado para proteger a vida e a saúde dos turistas, com equipamentos, funcionários treinados e remoção de hóspedes feridos. Por isso não se acanhe: denuncie se encontrar algo errado, que possa comprometer para sempre suas férias. A ONG Férias Vivas ( 11/5051-4160 ; www.feriasvivas.org.br) recebe denúncias, ajuda a fiscalizar o cumprimento da legislação e orienta os consumidores em dúvida. Já para quem possui filhos pequenos, a ONG Criança Segura (11/3371-2384; www.criancasegura.org.br) dá dicas de prevenção e faz campanhas para evitar acidentes, por exemplo, mostrando a forma de transportar as crianças em carros.

DOCUMENTOS PARA VIAGEM

Em viagens internacionais o documento padrão é o PASSAPORTE, emitido pela polícia federal (http://www.dpf.gov.br). Ele é válido para viagens a qualquer país do mundo. No entanto, se o país de destino é membro do Mercosul ou tem acordo de viagem com o Brasil (Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Bolívia e Chile), é possível utilizar o RG brasileiro. No caso de viagens internacionais o documento deve ser original (não são aceitas cópias autenticadas), estar bem conservado e dentro do prazo de validade.

Cada passageiro deve possuir seu próprio documento, inclusive menores de idade.

Em viagens nacionais tenha em mãos um dos documentos abaixo:
- Carteira de Identidade;
- Passaporte Nacional;
- Carteira Nacional de Habilitação (modelo com fotografia);
- Carteiras Profissionais emitidas pelos Conselhos Nacionais (modelos com fotografia);
- Carteira de Trabalho.

São aceitos cartões de identidade expedidos pelo poder judiciário ou legislativo, no nível federal ou estadual, e também cartões de identidade expedidos pelo ministério ou órgão subordinado à Presidência da República, incluindo o Ministério da Defesa e os Comandos da Aeronáutica, da Marinha e do Exército.

Para os voos nacionais, todos estes documentos são aceitos independentemente de suas validades e podem ser apresentados em seu formato original ou cópia autenticada.

Importante:
Se o seu documento foi furtado, roubado ou extraviado você pode utilizar o Boletim de Ocorrência (B.O.), desde que tenha sido emitido a menos de 60 (sessenta) dias.
O protocolo de pedido da Cédula de Identidade de Estrangeiro (CIE) – RNE expedido pelo Departamento de Polícia Federal pode ser aceito em substituição ao documento original pelo período máximo de 180 (cento e oitenta) dias contados da data de sua expedição.

Carteira de Motorista: se você vai alugar um veículo, não se esqueça de levar a carteira de habilitação. No exterior, recomenda-se a Carteira Internacional de Habilitação (IDL –International Driver´s License), pois alguns países não reconhecem a carteira brasileira.

VISTOS

Para obter informações sobre os consulados e embaixadas de determinado país favor acessar o link abaixo:
http://www.consulados.com.br/.